Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses
  • Comentário Expositivo e Exegético  de Tessalonicenses

Comentário Expositivo e Exegético de Tessalonicenses

Sku: 5997B936F3BD7

NCM: 4901.10.00

Categoria: NT: Epístolas PaulinasLançamentosAT: Históricos e Poéticos

Marca: Exclusivo da Editora

ISBN: 978-856848501-9

Quantidade Disponivel: 52 un

Por R$ 67,50

à vista R$ 60,75 economize 10% no Caixa Econômica, SANTANDER e Banco Votorantim

Frete e Prazo

Simule o frete e o prazo de entrega estimados para sua região:

Descrição do Produto
Prefácio
 
O autor Prof. Jean Carlos da Silva Alcântara se propõe a fazer um comentário exegético da Primeira e da Segunda epístola de Paulo aos Tessalonicenses e inicia seu trabalho definindo exegese e hermenêutica, bem como separa os termos de derivações falaciosas de pretensas exegeses e hermenêuticas que não condizem com o texto bíblico. Define termos como epístola e carta e a diferença entre elas, traça um perfil histórico de Paulo, situa historicamente as duas epístolas e as comenta, utilizando-se de textos originais, conforme descreve no início de sua obra.
A fundação da igreja de Tessalônica ocorreu por ocasião da segunda viagem missionária de Paulo, que após passar por Filipos, chegaram a Tessalônica, pregaram na sinagoga e, a partir disso, surgiu a igreja nesta cidade, com um grande número de gregos e algumas mulheres ricas. Devido a forte perseguição orquestrada pelos judeus, Paulo permaneceu pouco tempo nessa cidade, mas foi o suficiente para formar uma sólida comunidade cristã no local.
Na Primeira epístola Paulo trata de temas muito caros para a cristandade como a santificação, a pureza, a modéstia e o arrebatamento da Igreja. Na Segunda epístola Paulo quer corrigir alguns equívocos causados pela interpretação da primeira epístola ou mais provável pela circulação de uma carta falsa, erroneamente atribuída a Paulo, e que causou más interpretações e pânico entre alguns irmãos. Portanto, esta Segunda epístola tem a função de tranquilizar os irmãos e elucidar algumas dúvidas, especialmente quanto a vinda de Cristo.
Paulo inicia a primeira parte elogiando a comunidade, lembrando-se de sua operosidade no evangelho e do exemplo mediante muita perseguição, conforme segue: “E vós fostes feitos nossos imitadores e do Senhor, recebendo a palavra em muita tribulação, com gozo do Espírito Santo, de maneira que fostes exemplo para todos os fiéis na Macedônia e Acaia.” (1Te 1.6-7). Ele descreve a igreja de Tessalônica como exemplo para as demais (6-10); elogia-lhes a prática da fé (1.3,8); a abnegação de seu amor para viver uma vida para Deus (1.3,9); e destaca a firmeza da esperança que mantinham em Cristo (1.3,10). Portanto, a tônica de Paulo é no fato de que os irmãos, apesar de muita tribulação, permaneceram firmes e ainda demonstraram amor cristão.
Na segunda epístola ele continua elogiando a igreja por seu crescimento, mas lhes traz um alerta, porque se tornaram vulneráveis diante da notícia de que Cristo já teria voltado, lhes advertindo contra o espírito do erro. Se o próprio Paulo havia instruído eles, porque duvidaram? Esta foi a essência de seu escrito. Tendo os irmãos sido escolhidos por Deus, deveriam seguir alguns deveres. Ao final ele salienta a necessidade da oração e a ajuda que a correção pode trazer aos crentes fraquejantes e desordenados.
O Prof. Jean Carlos da Silva Alcântara tem muitos livros escritos e o comentário exegético de Tessalonicenses é mais uma obra que vem se somar à sua capacidade de produzir literatura, especialmente de viés pentecostal, cujo espaço de inserção é bastante grande no Brasil. 
Parabéns ao Prof. Jean Carlos, um dos novos talentos pentecostais e que muitas outras obras possam ser escritas.
Boa leitura e edificação espiritual.
Dr. Claiton Ivan Pommerening
Comentarista da CPAD
Diretor da Faculdade Refidim
Informações do Produto
I – QUESTÕES INICIAIS
 
Textos adotados por este comentarista, 11
Comentários de TESSALONICENSES utilizados por este comentarista, 15
Prefácio, 17
Agradecimentos, 15 
Definição do termo exegese, 17
Definição do termo ‘epístola’, 17
Breve história dos Tessalonicenses, 18
 
II – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 1a tessalonicenses - CAPÍTULO 1
 
1. Prefácio e saudação. O resultado do evangelho em Tessalônica (1.1-6), 24
 
2. O seu bom exemplo da igreja para as outras igrejas (1.7-10), 74
 
III – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 1a tessalonicenses - CAPÍTULO 2
 
3. Lembrança dos labores ocorridos em Tessalônica (2.1-12), 94
 
 
4. Lembrança a aceitação por parte dos crentes em Tessalônica (2.13-16), 130
 
5. O desejo de Paulo em retornar a Tessalônica (2.17-20), 143
 
IV – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 1a tessalonicenses - CAPÍTULO 3
 
6. Paulo envia Timóteo a Tessalônica para ajudar a igreja local (3.1-6), 154
 
7. Paulo Mantém o interesse pela igreja de Tessalônica (3.7-13), 175 
 
V – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 1a tessalonicenses - CAPÍTULO 4
 
8. Instruções profundas a respeito da pureza sexual aos crentes de Tessalônica (4.1-8), 192
 
9. Instruções profundas a respeito do amor aos crentes de Tessalônica (4.9,10), 220
 
10. Instruções a respeito do trabalho honesto e volta de Cristo aos crentes (4. 11-18), 228
 
 
VI – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 1a tessalonicenses - CAPÍTULO 5
 
11. A preparação dos vivos em Cristo (5.1-11), 254
 
12. Estima aos dirigentes espirituais e respeito de vida cristã (5.12-18), 289
 
13. Discernimento espiritual (5.19-22), 300
 
14. Conclusão e petições finais (5.23-28), 303
 
VII – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 2a tessalonicenses CAPÍTULO 1
 
15. Paulo encoraja os Tessalonicenses na perseguição (1.1-5), 305
 
16. A certeza de um final ditoso (1.6-10), 314
 
17. A oração de Paulo em favor dos  Tessalonicenses (1.6-12), 330
 
 
 
 
 
VIII – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 2a tessalonicenses CAPÍTULO 2
 
18. O Dia do Senhor ainda não ocorreu e a manifestação do anticristo (2.1-12), 349
 
19. Os Tessalonicenses devem ficar firmes (12.13-17),  356
 
IX – COMENTÁRIO EXPOSITIVO DE 2a tessalonicenses CAPÍTULO 3
 
20. Paulo admoesta os Tessalonicenses na vida prática (3.1-5), 401
 
21. Separando os desordeiros em Tessalônica (3.6-15), 406
 
Conclusão, 419
 
Lista de contribuintes, 430
Avaliação dos Clientes
  • Nenhum comentário foi postado para esse produto, seja o primeiro!

Fale Conosco
×